Facebook

Image Map

7 de novembro de 2017

TIÃO COUTO ESCLARECE QUE REFINARIA DO RN ERA ESTRATÉGIA E AGORA VAI SER ENGOLIDA POR PERNAMBUCO

Imagem inline 1

O empresário Tião Couto fez um alerta ao Rio Grande do Norte diante da perda de status da Refinaria Clara Camarão com sede em Guamaré. Ele alertou que estrategicamente a refinaria estava evoluindo na sua estrutura para atender o Rio Grande do Norte e o Ceará, mas que agora, será o estado de Pernambuco que vai centralizar esse papel.

Tião abordou esse tema durante entrevista concedida a Rádio FM 95 e a TV Cabo Mossoró com os jornalistas Bruno Barreto e Carol Ribeiro. Ele esclareceu que a refinaria Clara Camarão além de produzir quase todo o querosene de aviação consumido na região, era também quem estava atendendo as demandas do Ceará.
“O que vejo é que a refinaria de Pernambuco vai operar para Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará, aumentando os custos de produção, vejo também os chineses interessados numa refinaria no Ceará, isso tudo significa que o nosso RN vai ser engolido nesse processo todo”, explicou.


O empresário lamentou que somente agora, com o leite derramado, é que aparecem as audiências públicas e a classe política sai do seu comodismo e tenta correr atrás do prejuízo. “Penso que mesmo agora, com o problema aparecendo, os nossos políticos se mexem apenas com objetivos eleitoreiros e não estão pensando no Estado”.

Tião Couto esclarece que a retração dos investimentos da Petrobras e a redução do status da refinaria Clara Camarão trarão consequências drásticas na economia regional. “São milhares de empresas que estão fechando, empresas que se prepararam para atender a Petrobras e com elas milhares de profissionais que estão sem mercado de trabalho”, sentencia o empresário.