Facebook

Image Map

7 de novembro de 2017

Semarh prossegue com mobilização social para implantar tecnologias do PAT



A Secretaria do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) continua desenvolvendo o trabalho de mobilização social dos beneficiários do Programa Água Para Todos (PAT), antes e durante a implantação das tecnologias. A meta do PAT aqui no Estado é atender 4500 famílias de 62 municípios com a implantação de 57 barreiros e 145 sistemas simplificados de abastecimento de água.

O Secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Ivan Júnior, explica que a Semarh está finalizando a formações dos Comitês Gestores dos municípios beneficiados. “Essa comissão, formada por representantes da sociedade civil e do Poder Público, indica as comunidades que receberão o benefício em sua cidade”, disse Ivan.

Ontem (06), o Secretário participou de uma reunião para formação do Comitê Gestor Municipal de Tenente Ananias. Na ocasião, foram apresentados detalhes do Programa e discutida a estratégia de atuação da Semarh para implantar as obras de infraestrutura hídrica no município. A prefeita Larissa Rocha, vereadores, representantes de sindicatos e associações também participaram do encontro.

Nos municípios que os comitês já foram formados e as localidades já foram indicadas, a Semarh atua realizando diagnósticos técnicos, ambientais e sociais. Esse trabalho consiste na execução de georreferenciamento, cadastros dos beneficiários, capacitação da comunidade, e na montagem do modelo de gestão.

Na última sexta-feira (03), em Assú, o Secretário realizou visita técnica para analisar a viabilidade de construção de pequenas barragens nas comunidades Riacho, Camelo, Limoeiro e Paulista. A equipe da Semarh, também estava, na cidade, fazendo um levantamento da situação hídrica nas comunidades da zona rural.



Hoje (07), a equipe social se encontra no município de Rafael Fernandes, realizando uma oficina de capacitação, criação de um comitê comunitário e cadastramentos das famílias das comunidades de Tanques de Angicos, Catolé e Lagoa Fernandes.

A Semarh já implantou 28 sistemas simplificados de abastecimento de água, dos 145 previstos, e 20 estão em andamento. Quanto aos barreiros, 19 já estão concluídos e dois estão em andamento, dos 57 previstos. Recentemente, técnicos do Ministério da Integração, realizaram uma visita de acompanhamento e fiscalização do convênio e consideraram que as ações estão sendo muito bem desenvolvidas pelo Governo do Estado, inclusive com inovações. O trabalho de mobilização social e a metodologia usada pela Semarh para montar o modelo de gestão dos sistemas também são referências a nível nacional. 

O “Água para Todos” é um programa voltado para o semiárido nordestino. Pelos convênios assinados o Ministério da Integração e o Governo do Estado, através da Semarh, R$ 23 milhões serão destinados à implantação de sistemas simplificados de abastecimento d'água em comunidades e aglomerados rurais e R$ 3,8 milhões para a construção de barreiros. Dos R$ 23,8 milhões que serão investidos, a contrapartida do Estado é de R$ 1,3 milhões.