Facebook

Image Map

14 de setembro de 2017

Vigilância Sanitária realiza encontro com redes de supermercados



Na manhã desta quinta-feira, 14, a Vigilância Sanitária reuniu representantes de redes de supermercados de Mossoró para apresentar o trabalho de fiscalização que é realizado pelas equipes de vigilância sanitária e também orientar os estabelecimentos sobre os critérios que devem ser obedecidos de acordo com as normas sanitárias.

Participaram do encontro os representantes das principais redes de supermercado da cidade. A coordenadora da Vigilância Sanitária, Paula Sabrina, explicou como funciona o trabalho da vigilância e falou dos principais problemas que geram autuações do órgão nos estabelecimentos e o cuidado com a origem e manipulação dos alimentos. "Um dos principais problemas que encontramos é com relação a validade dos alimentos, é importante que os responsáveis tenham esse cuidado para evitar as autuações. Um alimento fora de validade traz danos a saúde da população e sendo encontrado na prateleira, a vigilância realiza o trabalho de autuação", disse Paula.

Outro ponto apresentado na reunião foi a importância do Serviço de Inspeção Municipal de produtos de origem animal e vegetal (SIM). O selo do SIM é obrigatório nos alimentos que são produzidos e comercializados aqui na cidade de Mossoró, ele garante a boa procedência do produto e uma maior segurança alimentar para o consumidor. "Os produtos devem possuir esse selo, não possuindo, não devem ser comercializados", falou a coordenadora de vigilância sanitária.

Para a diretora da Vigilância à Saúde, Iranilde Campos, o momento é de diálogo e orientação. "Esse é um trabalho de orientação e informação de como funciona o trabalho dos nossos técnicos e a importância maior é proporcionar a qualidade na saúde da nossa população", disse Iranilde.

O secretário de Saúde, Benjamin Bento, participou da reunião e falou da importância do encontro. "Nesse encontro, a gente vê o que pode melhorar e estreitamos a relação para ficarmos mais perto das empresas", disse Benjamin.  Outros encontros serão realizados com supermercados menores e mercadinhos de bairro.