4 de setembro de 2017

Nova Biblioteca Câmara Cascudo será espaço multiuso para Educação e Cultura



O Governo do Estado retomou as obras de recuperação e modernização da Biblioteca Câmara Cascudo, em Natal, que é referência na difusão de conhecimento e da cultura e uma das maiores do Estado.  As obras estavam paralisadas há cinco anos.

Estão sendo investidos R$ 2,5 milhões com recursos próprios do Estado viabilizados pelo empréstimo ao Banco Mundial, dentro do Programa Governo do Cidadão e do Ministério da Cultura (Minc).

Nesta segunda-feira, 04, o governador Robinson Faria destacou que "as obras não são uma simples reforma, estamos reconstruindo e reequipando as instalações que serão totalmente modernizadas. Aqui a população terá uma biblioteca informatizada, climatizada, com acervo físico em livros e revistas com mais de 100 mil títulos. Teremos também acervo digital, 40 ilhas de acesso à internet, salas de estudo individualizado e coletivo, biblioteca infantil, auditório, café, lanchonete e até uma ilha de edição para finalização e montagem de vídeos", explicou o chefe do Executivo.

O trabalho de recuperação da biblioteca tem um personagem que já utilizou seu acervo como estudante. É o encarregado da obra, Arnaldo Possidônio, que se emociona ao lembrar os anos de 1986 e 1987 quando frequentou a Câmara Cascudo com um grupo de amigos para estudar. "Eu tinha 22 anos de idade vinha aqui para estudar. Aqui a gente encontrava todo o material de que precisávamos", afirmou, para acrescentar: "eu passava aqui em frente com meus filhos e dizia que havia estudado muito neste prédio, mas fazia isso com tristeza por que a biblioteca estava fechada e as obras paralisadas. Agora temos uma satisfação enorme, e um privilégio, de trabalhar aqui sabendo que as atuais e futuras gerações vão aproveitar muito com as facilidades da informatização", concluiu.

A diretora-geral da Fundação José Augusto, órgão responsável pela gestão da biblioteca, Isaura Rosado, destacou que o atual Governo do Estado investe na cultura e que a recuperação e modernização da Câmara Cascudo "é uma grande obra que está sendo realizada no campo da cultura". Ela lembrou também que a biblioteca voltará a disponibilizar a Galeria de Arte Dorian Gray "que é um espaço de tradição e de incentivo à cultura no Rio Grande do Norte".

As obras devem ser concluídas até o final do ano e iniciada a fase de instalação dos equipamentos. A recuperação contempla serviços na cobertura, instalação hidráulica, elétrica, climatização, combate a incêndio, elevadores, plataformas e acessibilidade, pisos e revestimentos, esquadrias de alumínio, grades de proteção e sistema de segurança. Uma equipe de técnicos bibliotecários trabalha na manutenção e higienização do acervo dos mais de cem mil títulos.

As publicações estão embaladas e ordenadas em cerca de duas mil caixas na Cidade da Criança. Alguns exemplares serão restaurados através de um trabalho em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte.