5 de setembro de 2017

Governo conclui Masterplan do Parque Tecnológico do RN



O Governo do Estado apresentou nesta terça-feira, 05, o relatório final do estudo de viabilidade técnica e o plano de negócios (Masterplan) do Parque Tecnológico do Rio Grande do Norte - Potypark. “Iniciamos hoje uma nova era para a economia do nosso Estado. Pela primeira vez temos um estudo que irá fomentar as diversas cadeias produtivas. Vamos aliar a produção de conhecimento, de ciência e tecnologia à geração de riqueza, à agregação de valor às nossas potencialidades e, com isso, gerar desenvolvimento, renda, oportunidades de trabalho”, afirmou o governador Robinson Faria na solenidade de apresentação do plano no auditório da Governadoria.

O Potypark terá suas instalações no município de Extremoz e vai adequar a pesquisa e o conhecimento produzido pelas universidades ao melhor aproveitamento das potencialidades econômicas em várias áreas como a mineral, pesca, agropecuária, salineira, energética e turismo.  “Este estudo é resultado de esforços das classes acadêmica, empresarial e do Governo do Estado. Vamos iniciar um círculo virtuoso de desenvolvimento, deixar de ser um estado produtor de matéria prima e passar a produzir bens e mercadorias com valor agregado, o que vai proporcionar mais renda, trabalho e impostos, explicou o secretário do Desenvolvimento Econômico, Flávio Azevedo.

Azevedo destacou a importância da decisão do Governo em implantar o Parque Tecnológico que vai incentivar a pesquisa aplicada pelas universidades locais e com isso gerar inovação e competitividade. “O nosso Parque Tecnológico é voltado para a prática, vamos transformar a pesquisa acadêmica em projetos econômicos”, reforçou.

O secretário estadual de Gestão de Projetos e Metas, Vágner Araújo avaliou o Potypark como “de extrema importância para que as potencialidades econômicas do RN sejam aproveitadas pelos norte-riograndenses. As pesquisas vão produzir conhecimento e gerar riqueza. É um investimento de R$ 54 milhões, viabilizado pelo empréstimo junto ao Banco Mundial, que dá uma nova perspectiva para o Estado”.

Representando a Assembleia Legislativa, o deputado Hermano Morais considerou o investimento no Potypark “uma iniciativa ousada do Governo do Estado para incentivar novos investimentos, gerar competitividade, trabalho e renda”. Ele acrescentou que novas alternativas para o desenvolvimento vão surgir a partir do Parque Tecnológico.

O estudo de viabilidade técnica e plano de negócios do Parque Tecnológico do Rio Grande do Norte foi elaborado pela consultoria Sociedade Portuguesa de Inovação – SPI, selecionada por licitação.

A apresentação do relatório contou também com a presença da secretária de Estado do Gabinete Civil, Tatiana Mendes Cunha, do presidente da Fundação de Pesquisa do Estado do RN - Fapern, Uilame Umbelino, do reitor da Universidade Estadual do RN – UERN, Pedro Fernandes, reitora da UFRN, Angela Paiva, vice-presidente da Fiern, Pedro Terceiro, superintendente do Sebrae, Zeca Melo, do prefeito de Extremoz, Joás Oliveira e dezenas de integrantes do meio acadêmico e empresarial