18 de setembro de 2017

Audiência entre setor salineiro potiguar e presidente Temer é adiada para o dia 26



A audiência entre representantes do setor salineiro, classe política potiguar e o presidente da República, Michel Temer, inicialmente agendada para a próxima quarta-feira, 20, foi adiada para o dia 26 desse mês. O adiamento se deu em virtude de viagem do presidente aos Estados Unidos, onde cumpre agenda a partir desta segunda-feira, 18. Entre os integrantes da comitiva, está a vereadora Clorisa Linhares (PSDC), uma das principais defensoras do sal produzido no Rio Grande do Norte.

A parlamentar, inclusive, foi a primeira representante da classe política do estado a demonstrar preocupação e buscar soluções efetivas para a problemática envolvendo o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) proposto pelo Ministério Público Federal (MPF), que prevê, entre outros pontos, o recuo das salinas em áreas hoje ocupadas pela exploração, o que causaria impactos socioeconômicos irreversíveis no RN.

O encontro com Temer foi uma das propostas apresentadas na audiência pública promovida por Clorisa na Câmara Municipal de Grossos, no último dia 5 de setembro. A comitiva que estará em Brasília na próxima semana reivindicará ao presidente que seja editado Decreto Federal reconhecendo a atividade salineira como de interesse social, regulamentando assim a atividade de extração de sal marinho nas áreas de preservação.

“É um passo importante que estamos dando nessa luta em defesa desse patrimônio potiguar, que é o sal. Cidades inteiras surgiram a partir da exploração salineira, e hoje encontram nessa atividade sua fonte de renda mais significa. Se essas áreas tiverem que ser recuadas, milhares de empregos serão perdidos, toda uma cadeia será afetada. Precisamos encontrar soluções que permitam o convívio harmonioso entre sociedade e meio ambiente”, conclui a vereadora.