11 de setembro de 2017

39 municípios têm o FPM zerado na primeira cota de setembro



O repasse do primeiro decêndio de setembro de 2017 do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), creditado na última sexta-feira (08), foi zerado para 39 municípios do Rio Grande do Norte. A situação deverá dificultar ainda mais os orçamentos municipais.

Para o Presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte – FEMURN, Benes Leocádio, a situação é preocupante: “Historicamente, o segundo semestre do ano sempre afeta o FPM, devido à restituição do Imposto de Renda. Agora, aliado a crise que estamos vivendo, os recursos tendem a diminuir ainda mais e também deixarem municípios sem recursos da união”, afirmou Benes.

A situação preocupa os gestores, que têm recebido cada vez menos verbas do tesouro nacional. A realização de obras e os pagamentos feitos pelas prefeituras deverão ficar ainda mais comprometidos.

MUNICÍPIOS COM OS FPM ZERADOS DE SALDO NA PRIMEIRA COTA DE SETEMBRO/2017:

ALTO DO RODRIGUES
ANTÔNIO MARTINS
BARAÚNA
BENTO FERNANDES
CAICÓ
CARNAÚBAIS
FELIPE GURRRA
FLORÂNIA
GALINHOS
GOV. DIX-SEPT ROSADO
GROSSOS
IPANGUAÇU
ITAJÁ
LAGOA DE VELHOS
LAGOA SALGADA
MARCELINO VIEIRA
MARTINS
MOSSORÓ
PARANÁ
PARAÚ
RIO DO FOGO
SANTA MARIA
PEDRO VELHO
POÇO BRANCO
PUREZA
TIBAU
RUY BARBOSA
SANTANA DO MATOS
SANTO ANTÔNIO
SÃO BENTO DO NORTE
SÃO BENTO DO TRAIRI
SÃO JOSÉ DO CAMPESTRE
SÃO MIGUEL DO GOSTOSO
SEN. GEORGINO AVELINO
TEN. LAURENTINO CRUZ
TOUROS
TRIUNFO POTIGUAR
UMARIZAL
VILA FLOR