25 de agosto de 2017

Vacinação contra o HPV segue disponível para meninos e meninas

As Unidades Básicas de Saúde continuam com a vacinação contra o HPV. A vacina está disponibilizada em todas as UBS´s do município. Devem receber a vacina as meninas com idade entre 9 e 15 anos (14 anos, 11 meses e 29 dias) e meninos entre 11 a 15 anos (14 anos, 11 meses e 29 dias).



Em Mossoró já foram vacinadas 1.721 meninas com a primeira dose da vacina e 1.286 com a segunda dose. Entre os meninos foram vacinados 1.329 com a primeira dose e 195 com a segunda dose. Segundo o coordenador do Programa Nacional de Imunização do município, Etevaldo de Lima, a procura pela vacina está dentro do normal mas o número pode ser maior. 
"Queremos chamar os pais para levar seus adolescentes as Unidades para se vacinarem. A vacina é a forma mais eficaz contra o vírus", disse Etevaldo.

A imunização no público masculino passou a ser disponibilizada em janeiro, mas apenas para aqueles com idade entre 12 e 13 anos. Agora, meninos com idade entre 11 e 15 incompletos (até 14 anos, 11 meses e 29 dias) também já podem receber a vacina. São duas doses que devem ser tomadas com um intervalo de 6 meses entre elas. O estudante Manoel Cleto tem 12 anos e foi receber a primeira dose da vacina na UBS Chico Porto. "Eu pensava que ia doer, mas não doeu nadinha e é importante se vacinar ", disse o estudante.

Etevaldo esclareceu sobre a medida temporária do Ministério da Saúde que ampliou a vacinação contra o HPV para adultos na faixa etária entre 15 e 26 anos. Essa medida é válida para os municípios que possuem um lote com vencimento em setembro. Porém, em Mossoró não há disponibilidade dessa vacina com este prazo de validade. "Esse lote com vencimento em setembro foi recebido em janeiro, nós já utilizamos todas as vacinas", informa Etevaldo.

Sobre o HPV

O papilomavírus humano, conhecido como HPV, é um vírus se instala na pele ou em mucosas e sua ação pode causar infecções, câncer de colo de útero e vulva nas mulheres, câncer de pênis, ânus, verrugas vaginais boca e orofaringe. São mais de 200 tipos de vírus e existem 12 tipos identificados como de alto risco (HPV tipos 16, 18, 31, 33, 35, 39, 45, 51, 52, 56, 58 e 59). 

Os dos tipos 16 e 18 causam a maioria dos casos de câncer de colo do útero em todo o mundo. No Brasil, esse tipo de câncer, é a quarta maior causa de morte entre as mulheres. A imunização contra o HPV foi incluída no calendário nacional de vacinação em março de 2014 e protege contra os tipos 6, 11, 16 e 18 do vírus, abrangendo a proteção contra os principais tipos de HPV que causam o câncer de colo de útero.