Facebook

Image Map

21 de agosto de 2017

Prefeitura de Mossoró trabalha para encerrar 2017 com 35 obras em andamento



A Prefeitura Municipal de Mossoró está trabalhando e correndo contra o tempo e a burocracia para encerrar o ano de 2017 com 35 obras em andamento. A atual gestão assumiu o governo municipal com 23 obras paradas ou inacabadas, de acordo com relatório do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Algumas obras já foram retomadas, incluindo a construção da creche do Pró-infância no bairro Vingt-Rosado e da quadra coberta da Escola Municipal Paulo Cavalcante de Moura no bairro Sumaré; outras estão sendo licitadas ou aguardam apenas a liberação de recursos do Governo Federal para serem retomadas.

A secretária municipal de Infraestrutura, Meio Ambiente, Urbanismo e Serviços Urbanos, Kátia Pinto, destaca que algumas obras já tiveram a situaçao revertida. É o caso do projeto do Centro do Idoso, que estava paralisada desde 2015, e já tem os recursos assegurados. “Nós atualizamos o orçamento, discutimos com a Caixa Econômica Federal, encaminhams toda a documentação e estamos aguardando a aprovação para licitar”, informa.

A Prefeitura também está próxima de retomar a obra da Praça do Urick Graff. Todo o processo já foi feito, inclusive a licitação, e o município aguarda apenas a liberação de recursos pelo Governo Federal para emitr a Ordem de Serviço.

Kátia Pinto acrescentou ainda que as obras de malha viária do Pró-Transporte são as de maior dificuldade em razão da exigência de construção de acessibilidade nas calçadas. Segundo a secretária, o contrato foi suspenso porque a gestão passada fez quase 50% dos recursos de pavimentação e nenhum metro de calçada. “Existem imensas dificuldades por conta de desnível, entrada de carro, porta, fossa e sumidouro nas calçadas. A gente está discutindo para ver se existe a possibilidade de reverter esses recursos para novos empreendimentos onde não exista esse adensamento. Não tem como atender essa exigência em empreendimentos de 20, 30 anos”, explica.

Além de retomar o máximo de obras antigas, a Prefeitura de Mossoró quer iniciar os serviços de convênios novos que estão chegando, com essa expectativa de chegar a 35 obras em andamento, de R$ 200 mil a R$ 13 milhões, até dezembro.