Facebook

Image Map

16 de agosto de 2017

Prefeitura de Mossoró espera realizar 250 cirurgias eletivas por mês a partir de setembro



Com a aprovação da efetivação do Termo de Cooperação Técnica e Financeira entre o Município de Mossoró e a Secretaria de Estado da Saúde Pública (SESAP) pelo Conselho Estadual de Saúde nesta terça-feira (15), a Prefeitura de Mossoró espera realizar 250 cirurgias eletivas por mês a partir de setembro para acabar com a fila de espera.

A quantidade de procedimentos vai depender da capacidade instalada dos hospitais que serão contratados. Para agilizar o processo, serão feitos aditivos com as unidades hospitalares que já têm contrato com o Município. “Farei visitas às unidade para verificar se estão garantidos os cirurgiões e anestesistas, pois a nossa relação se dará com os hospitais e não com as cooperativas”, adianta Benjamin Bento, secretário municipal de Saúde. A princípio, a chamada pública prevista para o dia 21 de setembro para retomada das cirurgias eletivas está descartada.

Além das cirurgias eletivas, o Termo de Cooperação Técnica e Financeira vai garantir cobertura para complementação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), cujo valor da tabela do Sistema Único de Saúde (SUS) saltará de R$ 478,00 para R$ 1.500,00, com a diferença sendo paga 60% pelo Estado e 40% pelo Município. “A pespectiva é conseguirmos implantar também a nossa central de regulação de leitos. Hoje, nenhum hospital quer fazer esse serviço a um investimento de quatrocentos e setenta e oito reais”, observa Benjamin Bento.

Também será beneficiado o serviço de cateterismo cardíaco, que terá o valor alinhando. Hoje, o SUS passa R$ 670,00 por procedimento. Esse valor será elevado para R$ 1.000,00, com a diferença sendo paga 100% pelo Governo do Estado.

O processo de efetivação do Termo de Cooperação Técnica e Financeira agora vai tramitar na Procuradoria-Geral do Estado. “A gente espera que as cirurgias eletivas e demais procedimentos sejam iniciados nos primeiros dias de setembro”, declarou o secretário de Saúde