25 de julho de 2017

Unidades Básicas de Saúde realizam ações de combate às hepatites virais



O dia 28 de julho é o Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais e durante esta semana as Unidades Básicas de Saúde de Mossoró estão com atividades de prevenção e diagnóstico das Hepatites. Os trabalhos estão sendo articulados pela Vigilância à Saúde, através do Programa Municipal IST/AIDS/HIV, em parceria com a Atenção Básica. As orientações aos usuários acontecem através de palestras, imunização contra a Hepatite B e teste rápido de Hepatite B e C.

No sábado, dia 29 de julho, em parceria com a ONG APHEMO (Associação de Pessoas com Hepatites Virais em Mossoró), haverá uma manhã de impacto na prevenção e no combate da doença. Neste dia também haverá imunização e testes rápidos para a população. A atividade acontecerá na sede da ONG, que fica localizada na Rua Pedro Velho, 670, Santo Antônio.
Em Mossoró, os exames de diagnóstico da doença podem ser realizados no Centro de Testagem e Aconselhamento - CTA, no Centro Clínico Professor Vingt-un Rosado (PAM do Bom Jardim).

A vacina contra a Hepatite A destina-se apenas as crianças menores de 5 anos, com uma dose única e a vacina da Hepatite B é destinada a todas as faixas etárias e deve ser tomada em 3 doses. As duas vacinas estão disponíveis gratuitamente na rede pública de saúde.

Casos

No Brasil, estima-se que 2,3 milhões de pessoas tenham algum tipo de hepatite e cerca de 1,5 milhões são portadoras do tipo C, o mais grave. Em Mossoró de 2014 ao primeiro semestre de 2017, foram diagnosticados 96 pessoas portadoras do vírus da Hepatite B e C.

Os tipos mais comuns das hepatites virais são as hepatites A, B e C. A Hepatite pode causar infecção crônica no fígado e também câncer na idade adulta. A inflamação é causada pelo uso de alguns remédios, álcool e outras drogas, doenças autoimunes, metabólicas e genéticas. Entre os sintomas da Hepatite estão mal estar, dor abdominal, febre baixa, dor de cabeça, fadiga, vômitos e pele amarelada. Para se prevenir das Hepatites B e C é recomendado utilizar material esterilizado ou descartável em manicures, estúdios de tatuagem, acupuntura, serviços de saúde, procedimentos médicos e odontológicos, não compartilhar escovas de dente, alicates de cutícula e lâminas de barbear e sempre utilizar preservativo nas relações sexuais.