Facebook

Image Map

13 de junho de 2017

Rota das Falésias cria programação para movimentar roteiro

Areia Branca é um dos municípios com atrativos no roteiro, como é o caso das Dunas do Rosado
Do lado cearense, serão enfatizados eventos importantes no calendário turístico da região como o XI Festival da Lagosta de Icapuí, que começa quinta-feira (15), na Praia das Barreiras, o Festival Canoa Blues, o Festival da Sardinha e o Pindorecana 2017, bem como outras iniciativas que estão previstas como o Festival de Cantadores e Repentistas de Aracati, o Festival do Camarão de Quixaba e o Festival de Marisco de Fortim.
A negociação para a inclusão do Rio Grande do Norte ao roteiro teve início no final do ano passado, quando os empresários e instituições ligadas ao turismo do Polo Costa Branca potiguar, juntamente com o Sebrae no Rio  Grande do Norte, solicitaram a integração de cinco cidades à Rota das Falésias, no que foram atendidos pelo Grupo Gestor do Roteiro, com apoio do Sebrae no Ceará.
Para o turista, a integração aumentou as possibilidades de lazer e diversão. Afinal, ele terá a oportunidade de encontrar, num território ampliado para 240 quilômetros e 45 praias, atrativos como as praias do Porto das Dunas, Águas Belas, do Presídio, Majorlândia, Morro Branco, Praia das Fontes, Uruaú, Canoa Quebrada, Quixaba, Redonda, Peroba, Barreiras, Ponta do Mel, São Cristovão, em Areia Branca, e Tibau, além das águas termais de Mossoró, as salinas com imensos morros brancos e atrações como os locais que abrigaram as lutas com o bando de Lampião.
A Rota das Falésias é um dos roteiros estruturados pelo Programa de Regionalização do Turismo - Roteiros do Brasil do MTur (Ministério do Turismo), e desenvolvido em parceria com o Sebrae Ceará. Tendo dado os primeiros passos em 2004, há 13 anos vem recebendo ações do planejamento à execução, buscando a diversificação da oferta turística, estruturando atrativos e inserindo-os no mercado de forma qualificada e diferenciada.
Nos últimos anos, graças a esse trabalho conjunto, o destino profissionalizou-se, chegando no início de 2016, a 600 empreendimentos entre hotéis, restaurantes e pousadas, 12.140 leitos disponíveis, 37.163 assentos em bares, barracas e restaurantes e 46 associações com 1.444 integrantes, incluindo , incluindo bugueiros, taxistas e artesãos.