Facebook

Image Map

12 de junho de 2017

PMM lança o primeiro residencial fechado voltado para o servidor público municipal

Exibindo lançamento programa morar bem (3).jpg

A Prefeitura Municipal de Mossoró (PMM) lançou nesta segunda-feira (12) o primeiro residencial fechado voltado exclusivamente para o servidor público municipal. A solenidade foi realizada no Salão dos Grandes Atos do Palácio da Resistência e contou com a participação da prefeita Rosalba Ciarlini; vice-prefeita Nayara Gadelha; secretários municipais Kátia Pinto, Lahyre Rosado Neto, Karine Ferreira, Lorena Ciarlini, Aglair Abreu, Magali Delfino, Benjamin Bento, Anselmo Carvalho, Aldo Fernandes e Ronaldo Cruz; vereadores Izabel Montenegro (presidente da Câmara) e Ricardo de Dodoca; representantes da Caixa Econômica Federal Maria Izabel Vale Cunha (diretora regional de Habitação), Elma Aparecida (gerente regional de Governo) e Julierme Torres (gerente geral em Mossoró); diretor da empresa responsável pela obra do residencial, Carlos Henrique; além de muitos funcionários municipais.

O residencial Vilagge do Oeste é o primeiro projeto do programa municipal de habitação Morar Bem, que tem o objetivo de reduzir o déficit habitacional de Mossoró e que também foi lançado pela PMM nesta terça-feira.

Durante apresentação do projeto, Carlos Henrique informou que o residencial vai ficar localizado no bairro Sumaré e que as obras já foram iniciadas, com previsão de entrega em 24 meses. O residencial vai contar com guarita, sistema de drenagem próprio, área de lazer, churrasqueira com espaço gourmet e é todo planejado para pessoas com deficiência.

Podem se inscrever no programa funcionários municipais, efetivos e comissionados, com renda familiar bruta entre R$ 1.600,00 e R$ 9.000,00. São 152 unidades habitacionais com valor inicial de R$ 120 mil e possibilidade de subsídio do programa Minha Casa Minha Vida de até R$ 31 mil.

Carlos Henrique disse que o projeto estava sendo estudado e planejado há cerca de um ano e que, durante reunião com Kátia Pinto, a secretária solicitou que ele fosse totalmente voltado para o servidor público. “Com esse projeto que tem o objetivo de possibilitar moradia para quem ainda não tem, a gente percebe que a gestão busca a valorização do servidor público,”, ressaltou o construtor.


Kátia Pinto declarou que estava vivendo um dia muito especial e se realizando com a possibilidade de proporcionar habitação própria para quem ainda não tem. A secretária lembrou que a gestões da prefeita Rosalba Ciarlini sempre tiveram como marca a questão da habitação. “Nos três primeiros mandatos, Rosalba urbanizou 17 favelas e foi pioneira no Brasil do PSH (Programa de Subsídio à Habitação de Interesse Social) com o Jardim do Thermas, além de ter erradicado casas de taipa nas zonas urbana e rural. E, agora, nós temos o primeiro condomínio para servidor também pelas mãos da nossa prefeita”, ressaltou.

A secretária informou que as inscrições no programa Morar Bem serão iniciadas nesta terça-feira (13), a partir das 8 horas, no site da PMM, o http://prefeiturademossoro.com.br/, e que o servidor vai precisar apenas do número da matrícula e do CPF. “Devemos lembrar que o programa é voltado para todo funcionário que não tenha um lar e que não esteja inserido no cadastro nacional do mutuário”, observou.

Maria Izabel Vale Cunha assegurou que a Caixa vai agilizar a análise dos cadastros dos servidores e  disse que a previsão é que os primeiros contratos já sejam assinados no próximo mês julho. “Queremos parabenizar o município pelo programa Morar Bem e também pela atenção que é dada a Caixa. Nem sempre encontramos essa atenção por parte dos gestores com relação aos programas habitacionais”, enalteceu.

A diretora acrescentou que é muito gratificante para a Caixa poder contar com a parceria da Prefeitura de Mossoró e afirmou que o programa Morar Bem vai tornar o Minha Casa Minha Vida mais transparente para os servidores. “Todos vão saber que é possível realizar o sonho da casa própria, que é possível adquirir uma residência melhor e pagar menos com os subsídios”, destacou Maria Izabel Vale Cunha.

Izabel Montenegro ressaltou que os servidores terão agora a oportunidade de realizar o maior sonho de um cidadão, “que é a casa própria”. A vereadora salientou que a qualidade de vida refletirá na autoestima dos servidores. “A Câmara e os vereadores estão à disposição para o que for preciso e desejamos que esse seja o primeiro de muitos projetos que a Prefeitura irá realizar”, declarou.

A prefeita Rosalba Ciarlini exaltou o que chamou de dia maravilhoso. “É muito bom quando a gente consegue realizar sonhos e realizar o sonho da casa própria é algo fundamental”, afirmou.

A prefeita relatou que se sentiu tocada ao encontrar servidores municipais questionando sobre moradia. “Isso ficou na nossa cabeça, a importância de ter dentro dos programas sociais uma ação com essa iniciativa e é isso que estamos fazendo. Quem for contemplado vai se sentir bem, a família vai ter uma boa qualidade de vida”, enalteceu.

Rosalba Ciarlini comentou que o início do programa Morar Bem só está sendo possível porque a empresa responsável pela obra hoje tem a certeza que a Prefeitura paga os salários dos servidores em dia. “O calendário de pagamento é para o ano todo. Fizemos um planejamento, com recursos que são praticamente os mesmos do ano passado, para pagar em dia. O funcionário é o meu parceiro, é quem pode me ajudar a fazer bem feito e o seu pagamento é a nossa prioridade”, garantiu.

A prefeita acrescentou ainda que a construção de moradias também tem grande importância para economia local. “Habitação gera emprego de forma mais rápida. Queremos muito mais. Quanto mais conseguirmos construir, mais empregos vamos gerar na construção civil, empregos diretos e indiretos, por meio de empresas e serviços que se beneficiam com o setor”, concluiu.