Facebook

Image Map

23 de junho de 2017

Em pouco mais de dois anos, governo investe mais de R$ 150 milhões em Mossoró

Resultado de imagem para memorial da resistência mossoró

"Capital do Oeste Potiguar", "Terra da Liberdade”, “Capital Cultural do Rio Grande do Norte". São muitas as alcunhas pelas quais a cidade de Mossoró é conhecida, dada a sua relevância para o Rio Grande do Norte. Segunda maior cidade potiguar, o município vem recebendo investimentos da atual gestão do governo do RN em diversas áreas. Em pouco mais de dois anos, a administração estadual direcionou mais de R$ 150 milhões para os setores de saúde, segurança pública, cultura, turismo e em ações voltadas para a agricultura. Para se fazer uma comparação, o montante só fica atrás dos R$ 500 milhões investidos em Natal para o saneamento.

O investimento mais alto será aplicado na construção do Hospital da Mulher, maior complexo hospitalar do RN. O empreendimento está na segunda etapa da licitação e dentro de aproximadamente 30 dias as empresas deverão apresentar propostas. A expectativa é que em 50 dias seja expedida a ordem de serviço para a construção da unidade, que será feita em duas fases. O cronograma total da obra está previsto para 19 meses. São R$ 100 milhões de investimentos: R$ 50 milhões em obras e R$ 50 milhões para equipamentos.

Além do hospital, serão construídos um banco de leite e uma Casa de Apoio para acompanhantes dos pacientes. Outro reforço para a saúde, de R$ 1,4 milhão, está sendo aplicado na melhoria do Hospital Tarcísio Maia.

Na cultura, estão sendo aplicados R$ 3,5 milhões na reforma do Teatro Lauro Monte Filho, o mais antigo da cidade, para que a Mossoró tenha de volta um dos espaços mais importantes à sua dinâmica cultural. Na educação, foram disponibilizados R$ 5,3 milhões para as Escolas Agrícola Gilberto Rola e Maria Emília das Mercês, além de recursos para todos os colégios estaduais investirem em inovação pedagógica, com dinheiro já liberado direto para a conta da escola.

Para fomentar a área rural, os recursos enviados para apoio aos agricultores familiares, melhorias da produção, acesso a água e outras ações foram de R$ 4 milhões.

O setor da Segurança também foi beneficiado. Para a implantação da central de monitoramento (Ciosp) e outras ações de combate e prevenção à criminalidade, foram repassados R$ 2,7 milhões.  Um dos principais equipamentos de prestação de serviço à população, a Central do Cidadão recebeu R$ 1 milhão em sua nova estrutura na capital do Oeste. No turismo, foi desenvolvido um trabalho de sinalização turística em todo o polo Costa Branca.

Para o governador, o esforço em ajudar na estruturação da cidade faz parte de um compromisso assumido ainda em 2014. “Essas ações que já foram feitas e que ainda serão desenvolvidas são de pontos que me comprometi durante a campanha. Mas não só isso. Existem temas que merecem atenção especial e constante, que não me comprometi, mas que achei que Mossoró precisava. Por isso, lutamos e fomos atrás de recursos para reforçar diversas áreas”, assegurou.