21 de março de 2017

Moradia Cidadã Servidor: programa tem mais de 15 mil acessos em apenas 4 dias

Resultado de imagem para moradia cidadã rn

Quatro dias após o lançamento do programa Moradia Cidadã Servidor, o site de inscrição da Companhia Estadual de Habitação e Desenvolvimento Urbano (CEHAB) (cehabcidadao.rn.gov.br) já registra pelo menos 16 mil acessos com cerca de 30 mil páginas abertas. Até o momento, 50 servidores públicos estão cadastrados no sistema e 187 preencheram cadastro de reserva de imóvel para uma determinada localidade.

Nesses dias, a equipe de TI da CEHAB registrou mais de 500 atendimentos a servidores, através do chat online. O site da companhia disponibiliza cerca de 300 imóveis, entre casas e apartamentos, aos interessados. Mais de 30 construtoras de Natal e Mossoró estão habilitadas no programa Moradia Cidadã Servidor.

O auxiliar de serviços gerais do Departamento de Estradas e Rodagens (DER), Francisco Canindé Calixto Nunes, foi o primeiro beneficiário a entregar documentação para análise da construtora. Ele pretende comprar um apartamento de 2 quartos no bairro Planalto, na zona Oeste de Natal, a um preço diferenciado em relação ao mercado imobiliário para o servidor público estadual. O programa Moradia Cidadã conta com a participação do Conselho Regional de Corretores de Imóveis (CRECI/RN) no processo de venda do imóvel.

SELO – O programa Moradia Cidadã é prioridade da atual gestão no enfrentamento ao déficit habitacional no RN, que hoje é de cerca de 120 mil moradias. São duas vertentes: Moradia Cidadã Servidor e Moradia Cidadã Municípios. Na primeira modalidade, como o nome já sugere, o objetivo é viabilizar o sonho da casa própria para servidores públicos estaduais (ativos, aposentados e pensionistas), inclusive cargos comissionados, com preços diferenciados. Para participar, o servidor se inscreve para os empreendimentos cadastrados, submetendo-se à aprovação das condições de financiamento, através dos agentes financeiros parceiros (Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil). Serão casas ou apartamentos, novos ou usados.

A CEHAB selecionará os empreendimentos, em conjunto com as empresas construtoras e agentes financeiros. Todos os imóveis serão disponibilizados para os servidores no site do governo (www.rn.gov.br), para sua inscrição e posterior assinatura de contratos e financiamentos, após aprovação.

Na segunda modalidade, o Governo do RN empreende esforços para minimizar o déficit habitacional, com a retomada de obras paralisadas nos programas Minha Casa Minha Vida (MCMV I e II) e Programa de Subsídio à Habitação de Interesse Social (PSH). O programa também viabiliza o avanço da regularização fundiária em várias regiões, além da construção de novas moradias de interesse social.


Até o momento, o Estado já viabilizou a entrega de 5.604 unidades habitacionais. A meta será entregar 40 mil moradias até o fim do mandato.