10 de fevereiro de 2017

Projeto de Lei de Albert Dickson incentiva doação voluntária de medula óssea


Os avanços da medicina têm demonstrado que o transplante de medula vem se tornando cada vez mais efetivo na cura de muitas doenças, o que justifica a sua utilização, em escala sempre crescente. Foi com base nessa informação que o deputado Albert Dickson (PROS) elaborou Projeto de Lei com o objetivo de instituir o Programa de Incentivo à Adesão Voluntária de Servidores Públicos do Estado à Doação de Medula Óssea.

“As estatísticas têm evidenciado um crescimento de doadores de medula óssea, mas ainda não consolidado e bem longe dos níveis estabelecidos na maioria dos países desenvolvidos. Hoje no Brasil chega-se próximo de 3,5 milhões de doadores inscritos, mas informam as autoridades que este número ainda é insignificante, se considerarmos a população do País”, justifica o parlamentar.

Albert Dickson registra ainda que mesmo com o número considerável de inscritos, a possibilidade de encontrar uma pessoa compatível é muito pequena, o que justifica a necessidade de cada vez mais elevar o número de amostras colhidas e cadastradas.
O deputado ressaltou que qualquer pessoa com boa saúde, entre 18 e 55 anos pode habilitar-se como doador e solicitou o apoio dos colegas de plenário para acolherem o projeto, “por tratar-se de uma iniciativa de reconhecido alcance social e humanitário, voltado para o benefício à preservação da saúde de toda a população”.