9 de fevereiro de 2017

Pai da ministra Cármen Lúcia morre aos 98 anos

B75G1926.JPG   BSB DF 14 09 2016 NACIONAL STF/CARMEN LUCIA A presidente do Supremo Tribunal Federal, Carmen Lúcia, preside  sua  primeira sessão no plenário da Casa em Brasilia FOTO:DIDA SAMPAIO/ESTADAO

Florival Rocha, pai da presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, morreu na manhã desta quinta-feira, 9, em Espinosa, onde morava, aos 98 anos. A cidade fica no Norte de Minas Gerais, a 690 quilômetros de Belo Horizonte.
No último fim de semana, a ministra fez visita ao pai, que já tinha a saúde bastante debilitada. Ainda não há confirmação do local do enterro. A mãe de Cármen Lúcia, Anésia Antunes Rocha, que morreu há cerca de 15 anos, está sepultada em Belo Horizonte.