Facebook

Image Map

5 de janeiro de 2017

Veículo oficial da Prefeitura de Pau dos Ferros foi entregue pela gestão passada sem condições de funcionamento

Exibindo IMG-20170105-WA0009.jpg

Ainda colhendo informações sobre a frota de veículos pertencentes a municipalidade, a equipe responsável pelo setor de transportes se deparou nessa quinta-feira (05) com uma situação que detalha a dimensão do estado de precariedade deixado pela gestão passada.

Na gestão do prefeito Leonardo Nunes Rêgo, o município adquiriu um veículo tipo Hilux, de placa MZH-8524, de cor azul escuro, ano 2009. Esse veículo era utilizado em viagens oficiais e ficava a disposição do gabinete do prefeito.

Ao final de 2012, o carro foi entregue em ótimo estado de conservação, abastecido e pronto para uso, contrastando com a situação na qual o veículo foi entregue pela gestão anterior ao final de 2016.

Em ofício, de número 009/2016, encaminhado ao atual Secretário Municipal de Governo, que à época do recebimento do mesmo era coordenador da equipe de transição, senhor Alexandre de Aquino Oliveira, a equipe de secretários da gestão anterior atestou que o referido veículo se encontrava em bom estado de conservação, necessitando apenas de manutenção, conforme imagem detalhada.

Ao buscarem mais informações, a equipe descobriu que o carro oficial, tipo Hilux, encontrava-se na cidade de Sousa/PB, mais precisamente na empresa REMOTORES (Retifica de Motores, Peças e Serviços).

Detalhando a situação a fundo encontraram um orçamento, emitido pela própria empresa no dia 19 de outubro de 2016, no valor de R$ 19.971,00 (dezenove mil, novecentos e setenta e um reais) equivalente ao serviço de retifica no motor do veículo (imagem em anexo).

O que impressiona é o fato de conseguirem prejudicar o motor de um carro que possui baixa quilometragem. A situação surpreendeu a equipe de transportes da prefeitura que está prestes a concluir um relatório sobre toda a frota municipal. “É público e notório o prejuízo que o município de Pau dos Ferros está recebendo como herança da gestão que se encerrou em 31 de dezembro de 2016. Há um verdadeiro sucateamento da sua frota de veículos e maquinários. Automóveis, motos, tratores, e muitos outros bens foram entregues ao relento, sem qualquer tipo de cuidado”, esclareceu Alexandre Aquino, Secretário Municipal de Governo.