Facebook

Image Map

2 de janeiro de 2017

Obra de esgotamento em Natal chega a marca de 500 km

Exibindo

A distância que separa a capital potiguar da capital cearense, Fortaleza, é de aproximadamente 500 km. Essa é também a quilometragem da rede coletora de esgoto já implantada pela Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) na cidade do Natal. O trabalho desenvolvido visa cumprir a meta do Governo do Estado de deixar a capital 100% saneada. Esse volume representa 56% de toda a rede prevista para a cidade, que é de 889 Km.

Uma verdadeira malha subterrânea de rede coletora de esgotos está sendo formada na cidade. Uma estrutura que é complexa, mas, muitas vezes, invisível aos olhos da população. A implantação da rede tem movimentado a cidade. Diversas são as frentes de trabalho e em diferentes pontos nas regiões Norte e Sul.

Em 2016, já foram ligados alguns bairros no Sistema de Esgotamento Sanitário da capital. Candelária é um deles. Parte do bairro agora está lançando os dejetos na rede e os esgotos estão sendo tratados na Estação de Tratamentos de Esgotos (ETE) Baldo. Antes do início das obras, Natal contava com aproximadamente 36% de cobertura de esgotamento, índice que hoje já está em certa de 55%. Também na lista de bairros recém-ligados estão Capim Macio, Ponta Negra e parte de Lagoa Nova.

Além da implantação da rede, a Caern já iniciou as obras da ETE Guarapes. Hoje, a obra está na fase de terraplenagem. Em agosto, foram iniciados os serviços preliminares para início da construção da ETE Jaguaribe, dentre eles a topografia para liberar a terraplenagem e a supressão vegetal. Os dois equipamentos são indispensáveis para o funcionamento do Sistema de Esgotamento Sanitário. Para Geny Formiga, diretora de empreendimentos da Caern, o foco na execução das obras é trazer melhorias para a população da cidade do Natal. “Este é um empreendimento que vai trazer benefícios na área de saúde, meio ambiente e qualidade de vida”, afirma Geny.

ZONA NORTE
A zona Norte é atualmente a região da cidade com o menor índice de cobertura de esgotamento, aproximadamente 3%. Com os investimentos do Governo Federal, a região deverá ter o serviço universalizado. Somente na zona Norte, já foram implantados 344 quilômetros de rede.

RAMAIS
A rede implantada dispõe também de um equipamento chamado de ramais. O ramal é responsável pela ligação da rede de esgoto à caixa coletora. Quando eles são somados à rede coletora, a tubulação implantada fica ainda mais ampla. A Caern já implantou aproximadamente 42 mil ramais.