Facebook

Image Map

31 de janeiro de 2017

BNB destina R$ 136 milhões para agricultura familiar no Rio Grande do norte

Resultado de imagem para agricultura familiar
Os agricultores familiares do Rio Grande do Norte receberam, em 2016, investimento total de R$ 136 milhões em recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), administrado pelo Banco do Nordeste. O crédito, por meio do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), alcançou famílias de agricultores e produtores rurais de todos os 167 municípios potiguares.
Apesar dos efeitos da seca registrados nos últimos anos, o valor contratado aumentou 5,3% em relação a 2015, passando para R$ 136 milhões, bem como a quantidade de operações cresceu 9,7%, totalizando 28.358 em 2016.
Cerca de 94% dos recursos foram destinados para empreendimentos localizados na região semiárida potiguar. As áreas que mais demandaram crédito foram: bovinocultura (leiteira e de corte), ovinocultura, fruticultura e caprinocultura, seguidas de outras atividades como avicultura e apicultura, por exemplo.
Segundo o superintendente estadual do BNB no RN, José Mendes Batista, "a agricultura familiar é a grande responsável pela produção de alimentos agrícolas no Brasil e no Rio Grande do Norte. A concessão do crédito ajuda a desenvolver a economia local, diminuir o êxodo rural, ampliar a oferta de alimentos e aumentar a qualidade de vida do agricultor além de outros benefícios".
A expectativa do Banco do Nordeste para 2017 é investir mais de R$ 141 milhões na Agricultura Familiar potiguar, por meio do Pronaf.