Facebook

Image Map

14 de dezembro de 2016

Márcia Maia pede melhorias para delegacias da mulher no RN



A morte de duas jovens em Natal nos últimos dias pautou o pronunciamento da deputada Márcia Maia (PSDB), na manhã desta quarta-feira (14), na Assembleia Legislativa. A parlamentar também fez um alerta para a necessidade de estruturação e ampliação do número de delegacias especializadas para as mulheres no Rio Grande do Norte.

“São cinco delegacias para atender 167 cidades. Em todo o Estado, apenas Natal, com duas, Parnamirim, Caicó e Mossoró possuem delegacias. A Delegacia da Mulher na Ribeira tenta dar conta da demanda de três regiões de Natal: Leste, Sul e Oeste. Além do mais, as especializadas não funcionam 24h ou nos fins de semana”, disse.

Márcia Maia disse que vai renovar, junto ao Governo do Estado, o seu pedido de melhorias para as delegacias. Por fim, sugeriu a articulação para criação do Comitê Estadual de Enfrentamento a Violência Contra Mulher, em parceria com o Executivo, Assembleia Legislativa e Ministério Público.

“Qualquer assassinato é cruel. Portanto ouvir o relato que uma mulher foi assassinada enquanto amamentava é algo que não dá para expressar. Infelizmente essa é uma historia que continua a ser contada no RN. Mas a prisão do agressor não é solução. A realidade é que a rede de proteção a mulher sofre com a falta de estrutura para funcionar. Tenho certeza que o caminho é a educação e mudança da cultura. Que o Estado invista nas políticas sociais e que tenhamos toda a rede de proteção aos direitos das mulheres funcionando”, disse.

Casos
Ana Lívia Sales, 19, foi morta a facadas pelo ex-marido, Felipe Cunha Pinto, também de 19 anos, enquanto amamentava o filho do casal, um bebê de seis meses. O crime aconteceu na tarde desta segunda-feira (12) em São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal.

Jéssica Amanda da Costa, 22, foi morta a facadas na manhã deste domingo (11) na cidade de Acari, região Seridó do Rio Grande do Norte. Segundo a Polícia Militar, Jéssica Amanda da Costa estava em casa quando foi atacada pelo ex-marido.