Facebook

Image Map

13 de dezembro de 2016

Deputados farão visita técnica à barragem Armando Ribeiro Gonçalves



Após a votação do Orçamento Geral do Estado (OGE), uma comissão de deputados liderada pelo Comitê de Ações de Combate à Seca e Frente Parlamentar da Água irão fazer uma visita à barragem Armando Ribeiro Gonçalves, acompanhados de técnicos da Caern, Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, UFRN e da Agência Nacional de Águas (ANA) para dirimir dúvidas sobre a capacidade de fornecimento d´água para municípios do Rio Grande do Norte a partir da Armando Ribeiro Gonçalves.

A sugestão da visita técnica foi do deputado Nélter Queiroz (PMDB) na sessão desta terça-feira (13) e acolhida pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), que também preside o Comitê de Ações de Combate à Seca que irá definir a data da visita e convidar os técnicos para tirar as possíveis dúvidas do senhores deputados.

Em pronunciamento no Plenário da Assembleia o deputado Nélter Queiroz narrou que duas adutoras alimentadas a partir da Armando Ribeiro Gonçalves já estão sendo desativadas em parte ou na totalidade pela Caern. São elas: Adutora de Sant´Ana e Médio Oeste. Para Nélter Queiroz a Armando Ribeiro tem dado sinais de que não há como alimentar as adutoras existentes e nem de atender as futuras adutoras, como a adutora de Caicó, que custará R$ 42 milhões prevista para atender 100 mil pessoas de municípios como São Fernandes, Jardim de Piranhas, Timbaúba, entre outros.

“Como é possível investir R$ 42 milhões para uma adutora que não atenderá às comunidades em virtude da escassez de água na Armando Ribeiro? Sugiro investir mais R$ 10 ou 12 milhões e ampliar em mais uns 15 quilômetros a adutora para captar água de Upanema que tem um manancial de poços profundos, dando certeza de fornecimento para a cidades contempladas”, pontuou o deputado Nélter Queiroz. “Mas para tirar estas dúvidas vamos fazer uma visita técnica para se tomar a decisão correta”, salientou Nélter Queiroz.