28 de novembro de 2016

“É preciso atualizar as leis trabalhistas”, diz Amaro Sales, presidente da Fiern

presidente da Fiern, Amaro Sales

O 29º Seminário Motores do Desenvolvimento aconteceu na manhã desta segunda-feira (28), no auditório da Casa da Indústria e teve como tema “Empregabilidade”.  Promovido pelo Sistema Fecomércio RN, em parceria com o Sistema Fiern, UFRN, Ministério Público do RN, Jornal Tribuna do Norte e RG Salamanca.
Na abertura do evento, o presidente da Fiern, Amaro Sales, se mostrou preocupado com a crise econômica que o país vem enfrentando. “É preciso atualizar as leis trabalhistas. Não adianta querer ter um lado rico e outro pobre, preto ou branco. Precisamos trabalhar juntos porque só com a criação de empregos iremos superar essa crise”, afirmou.
Em seu pronunciamento, o governador do RN, Robinson Faria, garantiu que o estado tem investido forte no turismo para aumentar a geração de emprego e renda, e comemora a chegada de uma grande rede de hotéis ao RN. “Era uma rede que iria para o Ceará e conseguimos trazer para o nosso estado graças ao trabalho que o Idema desempenhou. Com isso, serão gerados mais de 800 empregos na construção, além de mais 500 empregos diretos e 1.500 mil indiretos quando o hotel estiver em operação”, comemora.
No bloco técnico, o diretor da Área de Análise Setorial e Inteligência de Mercado das Tendências, Adriano Pitoli, debateu o tema “A empregabilidade como o maior desafio social dos próximos anos no Brasil”. Em seguida, “A reforma trabalhista que o Brasil precisa”, foi discutida pelo Especialista em Políticas da Indústria e Relações do Trabalho da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Pablo Rolim.
Também participaram do Seminário Motores do Desenvolvimento o senador, Garibaldi Alves; o deputado estadual Kelps Lima; a reitora da UFRN, Ângela Paiva; o procurador-geral de Justiça, Rinaldo Reis; o empresário Marcelo Alecrim; o presidente da Riachuelo e vice-presidente do Instituto de Desenvolvimento do Varejo (IDV), Flávio Rocha; o diretor da Tribuna do Norte, Ricardo Alves; o diretor executivo da Fecomércio, Jaime Mariz, além de vários representantes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário; membros da diretoria do Sistema Fecomércio RN; representantes de entidades públicas e privadas; empresários; estudantes e imprensa.