25 de novembro de 2016

Assecom e DEI promovem I Treinamento em Assessoria de Imprensa na Área pública



Assessores de comunicação das administrações direta e indireta do Governo do Rio Grande do Norte participam do I Treinamento em Assessoria de Imprensa na Área pública, neste sábado (26). Ministrado pelo jornalista, professor, mestre e doutor Jorge Duarte, o curso abordará os principais desafios da comunicação institucional e atuação das assessorias de imprensa na comunicação pública. 

Jorge Duarte é graduado em jornalismo e relações públicas pela Universidade Católica de Pelotas (RS), mestre em Comunicação Social e doutor em Comunicação Social pela Universidade Metodista de São Paulo. Atualmente écoordenador de Comunicação em Ciência e Tecnologia da Embrapa, professor de pós-graduação do Instituto de Ensino Superior de Brasília (Iesb), do Centro Universitário de Brasília e da Escola Nacional de Administração Pública (Enap), professor da Consultre Consultoria e Treinamento Ltda.e da Associação Brasileira de Comunicação Empresarial (Aberje).

De 2004 a 2013, foi assessor especial e diretor do Núcleo de Comunicação Pública na Secretaria de Comunicação da Presidência da República. A experiência de Jorge Duarte tem ênfase em Jornalismo Especializado (Comunitário, Rural, Empresarial, Científico), atuando principalmente com estratégias de comunicação, jornalismo, assessoria de imprensa, relações públicas, comunicação pública e comunicação organizacional.

Para a assessora de Comunicação do Governo do RN, Juliska Azevedo, o curso é uma oportunidade única para os assessores, que poderão se qualificar com um dos maiores especialistas em assessoria do país. "Encerramos o ano com um evento de alto nível e uma excelente oportunidade de aprendizado e reciclagem para todos".

Para a diretora geral do Departamento Estadual de Imprensa, Suzy Noronha, o treinamento visa capacitar ainda mais a imprensa oficial do Rio Grande do Norte. “Trabalhamos para que as ações desenvolvidas pelo governo do estado em benefício da população sejam de conhecimento público, e que nosso trabalho possa continuar sendo feito de forma eficiente e eficaz”, disse.