26 de maio de 2017

Prefeita anuncia pagamento do FGTS dos servidores da Saúde atrasado desde 2007

Exibindo Prefeita anuncia pagamento do FGTS dos servidores da Saúde atrasado desde 2007 (2).jpg

A prefeita Rosalba Ciarlini anunciou o pagamento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) atrasado desde 2007, para os agentes de endemias e de saúde. Rosalba fez o anúncio durante o encontro dos agentes de saúde e endemias na manhã de hoje, no Teatro Municipal Dix-Huit Rosado.

De acordo com procuradora geral do Município, Karina Ferreira, essa ação tramita na segunda Vara do Trabalho, aqui na comarca de Mossoró. ”Semana passada a prefeita homologou o acordo onde vai viabilizar o montante de R$ 820 mil, onde o juiz do Trabalho disponibilizará o alvará para cada servidor, este por sua vez deverá ir à Caixa sacar nas suas contas o valor disponível da sua execução”, explicou.

A prefeita Rosalba Ciarlini destacou que cerca de 187 servidores serão contemplados. “Desde que assumimos a gestão, em janeiro deste ano, levantamos o que o município tinha de dívidas com os servidores e estamos trabalhando no sentido de quitar. Parte das dívidas já está em dia”, destacou.

O secretário de Saúde Benjamin Bento destacou que a orientação da prefeita é trabalhar no sentido de motivar o servidor. “Temos como prioridade para isso a folha de pagamento, para garantir direitos que são dos trabalhadores”, disse.

Câmara aprova projeto que destina 5% de vagas em terceirizadas para pessoas com deficiência

Exibindo Nina Souza na Câmara Cidadã.jpeg

A Câmara Municipal de Natal aprovou nesta quinta-feira (25) projeto apresentado pela vereadora Nina Souza (PEN) que destina 5% das vagas das empresas terceirizadas contratadas pela Prefeitura de Natal, para pessoas que possuam algum tipo de deficiência. O projeto agora segue para sanção do prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT).

A vereadora destaca que tem sido cada vez mais difícil para as pessoas com alguma deficiência encontrar empregos. “Para quem procura vagas e para quem contrata, é consenso que a falta de acessibilidade e o preconceito são entraves. Do ponto de vista de qualificação, está comprovado que não existe diferença entre as pessoas com deficiência e outros profissionais. Então, nosso projeto vem a oferecer condições para que estes cidadãos possam se inserir no mercado de trabalho”, disse.

Conforme a proposta, a empresa contratada pela Prefeitura deverá manter na ficha funcional da pessoa deficiente o atestado médico que especifique a situação. A fiscalização em torno das terceirizadas ficaria sob os cuidados do próprio órgão contratante.

Mossoró implanta projeto Vida no Trânsito


Exibindo Vida no Trânsito.jpeg

Representantes das Secretarias Estadual e Municipal de Saúde, da secretaria municipal de segurança, defesa civil, mobilidade urbana e trânsito, policiais rodoviários federal e estadual, e entidades sociais se reuniram na manhã desta sexta-feira, 26, para solenidade de implantação do projeto Vida no Trânsito. O evento foi realizado no auditório do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). 

O projeto Vida no Trânsito tem como objetivo desenvolver ações integradas visando à redução dos casos de lesões e mortes nas estradas. Hoje as causas externas, como os acidentes, representam a segunda maior causa de óbitos no município.

"Precisamos discutir estratégias para reverter essa situação. Entendemos que trabalhando em parcerias poderemos fazer a diferença, desenvolvermos ações para prevenir os acidentes e, consequentemente, contribuir com a promoção da saúde", declarou o secretário municipal de saúde, Benjamin Bento. 

Conforme o secretário de segurança, Eliezer Girão, o projeto propõe despertar no cidadão uma mudança de consciência. "Não é porque sempre se fez errado no trânsito que deve-se continuar fazendo. É preciso uma mudança de postura no trânsito. Precisamos fazer o Maio Amarelo (mês de incentivo à prevenção de acidentes) todos os meses do ano, todos os dias da semana". 

O trabalho integrado do Vida no Trânsito será desenvolvido com estratégias de educação e prevenção, monitoramento e qualificação dos dados, e acompanhamento e avaliação dos resultados. As ações terão ênfase para na prevenção no uso de bebidas alcoólicas ao volante e no excesso de velocidade, que são as principais causas de acidentes nas estradas.

Caminhada encerra campanha Maio Amarelo neste domingo (28)

Resultado de imagem para maio amarelo

Uma caminhada vai encerrar a campanha Maio Amarelo neste domingo (28). A concentração será realizada na “praça dos patins”, na Avenida Rio Branco, às 17 horas.

Na ocasião, agentes municipais de trânsito falarão sobre a importância da segurança no trânsito e haverá também alongamento em preparação para caminhada, que será realizada ao longo da Rio Branco.

A diretora da Unidade de Educação de Trânsito da Secretaria Municipal de Segurança Pública, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Trânsito, Maribel Oliveira, convoca a população para participar da mobilização vestida de branco ou amarelo “para sinalizar atenção pela vida".

O movimento Maio Amarelo - Atenção pela Vida foi desenvolvido ao longo deste mês e busca a conscientização para a redução de acidentes e para um trânsito seguro

Mossoró supera meta de vacinação contra a gripe

Exibindo Vacinação.jpg

De acordo com o último balanço feito pelo Programa Nacional de Imunização (PNI), Mossoró imunizou 91,4% do público-alvo contra gripe. Com isso, o município supera a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde, que era vacinar 90% da população que faz parte do grupo prioritário durante a Campanha Nacional de Imunização contra a Influenza.

“Com muito empenho, conseguimos alcançar a meta de imunização antes do final da campanha. É o momento de agradecer a todos do PNI e das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) que se dedicaram para atingir esse índice de cobertura vacinal”, comenta o coordenador do PNI em Mossoró, Etevaldo de Lima. Ele enfatiza que o município continua vacinando até o encerramento da campanha, que foi prorrogado até dia 6 de junho.

“As UBSs continuarão disponibilizando vacinas para as pessoas que fazem parte do público-alvo. Convidamos especialmente aos pais de crianças de seis meses a menores de cinco anos e as gestantes, que são os grupos com menor índice de imunização, a procurarem uma UBS para que sejam vacinadas.  É importante que todos tomem a vacina e fiquem protegidos contra a influenza”, frisa.

Além das crianças e gestantes, fazem parte dos grupos prioritários as puérperas, trabalhadores da saúde, idosos a partir de 60 anos, portadores de doenças crônicas, professores, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade. No município, 72.628 pessoas estão incluídas no público-alvo.

Conforme o último balanço divulgado pelo Ministério da Saúde, na última quinta-feira, 25, o país atingiu a média de 64% de cobertura, no Nordeste apenas 63% e o Rio Grande do Norte 65,6%. 

25 de maio de 2017

Governo promove mais 38 policiais civis

Exibindo Reunião de anúncio da promoção de policiais civis - Rayane Mainara 1.jpg

O governador Robinson Faria confirmou nesta quinta-feira (25) a efetivação da promoção de 29 agentes, três escrivães e seis delegados da Polícia Civil. “Estamos cumprindo a legislação, promovendo a valorização e estimulando os policiais civis que têm importante função no enfrentamento à violência”, afirmou o governador.

Robinson Faria também destacou os esforços que a administração estadual vem fazendo para melhorar os serviços como aquisição de equipamentos e realização de curso de qualificação profissional. Em 2015 foram promovidos outros 809 policiais civis, sendo 74 delegados, 60 escrivães e 675 agentes de polícia civil.

A secretária de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, Sheila Freitas disse que a atualização das promoções ”mostra o compromisso e a atenção do Governo aos policiais e a preocupação em melhorar sempre os serviços prestados ao cidadão”.

Para a vice-presidente da Associação dos Delegados de Polícia Civil (Adepol-RN), Ana Cláudia Saraiva, a atualização das promoções “respeita os direitos da categoria e a legislação. Só temos a agradecer e reconhecer o compromisso da administração estadual com a segurança pública”.

Mossoró Cidade Junina terá Michel Teló, Aviões, Solteirões e muito mais do que você imagina

Exibindo lançamento mcj 2017 (3).jpg

A Prefeitura Municipal de Mossoró (PMM) anunciou nesta quinta-feira (25) a programação do Mossoró Cidade Junina (MCJ) 2017. O evento acontece de 02 de junho a 02 de julho e vai contar com atrações nacionais, regionais e, principalmente, com a valorização dos artistas da terra.

A prefeita Rosalba Ciarlini lançou a programação e mencionou a importância do evento para Mossoró. "Enfrentando essa crise, vamos fazer o São João mais cultural do Brasil", comentou.

Rosalba lembrou a parceria que foi feita com os cursos de Comunicação Social e Economia da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), para comprovar o impacto social e econômico do São João na cidade. A prefeita também agradeceu a população por entender as dificuldades do município neste período. "Eu sempre falava que se a Paraíba e Pernambuco podem ter um grande São João, por que Mossoró não pode ser o grande São João do Rio Grande do Norte e do Brasil? Vocês entenderam, assimilaram a ideia e me deram as mãos. Mossoró entendeu que essa festa é sua. Aqui estão as nossas raízes e a marca da nossa cultura", frisou.

O secretário de Cultura de Mossoró, Eduardo Falcão, agradeceu o empenho de todos. "Gostaria de agradecer a prefeita por confiar no nosso trabalho e a equipe da cultura que está empenhada trabalhando sem cansar. As equipes das demais secretarias estão envolvidas, desde a saúde, educação e infraestrutura. Será uma grande festa popular e com a diversidade cultural que sempre marcou o evento", complementou.

Os shows do São João Mais Cultural do Brasil na Estação das Artes Elizeu Ventania começam no dia 15 de junho já com a apresentação da maior banda de forró do Brasil: Aviões do Forró, além de Saia Rodada e Jonh Modão.

No dia 24 de junho, com transmissão da Globo Nordeste, o MCJ recebe o cantor Michel Teló. E a noite terá ainda Forró com Ella, Naelson Junior, Junior Vianna e Aline e Dayvid.

Os shows na Estação das Artes serão encerrados no dia 30 de junho com Zé Cantor e a sua banda Solteirões do Forró, Sirano e Sirino, Forró Classe A e Renata Falcão.

O MCJ 2017 terá ainda Lagosta, Zezo, Cavaleiros do Forró, Amazan, Waldonys, Gabriel Diniz e muito mais do que você imagina.

Pingo – A programação do Pingo da Mei Dia foi anunciada na semana passada. O evento que abre o MCJ 2017 em 10 de junho vai contar com shows de André Luvi, Aline e Dayvid, Forró dos 3, Giannini Alencar, João Neto Pegadão, Nataly Vox e Renata Falcão.

Boca – Novidade do Mossoró Cidade Junina 2017, o Boca da Noite “encerra” o evento no dia 1° de julho, a partir das 18 horas, com shows de Ewerton Linhares, Felipe Grilo, Everaldo Jr e Banda do Magão.

Confira a programação do Mossoró Cidade Junina 2017

10/06 – Pingo da Mei dia
Nataly Vox, Forró dos 3, André Luvi, Giannini Alencar, João Neto Pegadão, Renata Falcão e Aline e Dayvid
15/06 –Saia Rodada, Jonh Modão e Aviões do Forró
16/06 – Lagosta, João Neto Pegadão, Felipe Costa e Forró dos 3
17/06 – Elas Cantam Brega, Darlan Dias, Zezo, Ciro Robson e Lucas Lima
22/06 –  Farra de Playboy, Cavaleiros do Forró e Dimas Araújo
23/06 –Grupo Vina, Trio Mossoró, Amazan, Wonney Saraiva, Roberto do Acordeon e Forró Encaixe
24/06 – Forró com Ella, Naelson Junior, Junior Vianna, Michel Teló e Aline e Dayvid
29/06 – Brilhantes do Forró, Giuliam Monte, Waldonys e Gabriel Diniz,
30/06 –Sirano e Sirino, Forró Classe A, Solteirões do Forró e Renata Falcão
01/07 – Boca da Noite
Ewerton Linhares, Felipe Grilo, Everaldo Jr e Banda do Magão.

Walter Alves comemora aprovação de MP que beneficia produção de sal no RN

walter micro
A MP prorroga, até 8 de janeiro de 2019, a isenção do Adicional ao Frete para Renovação da Marinha Mercante (AFRMM) beneficiando mercadorias cuja origem ou cujo destino final seja portos localizados nas regiões Norte ou Nordeste do país. A medida favorece, entre outros setores, o de alumínio, granéis líquidos e indústria salineira.
O PL 5758/16 tem a mesma finalidade da MP, mas prorroga a isenção por mais tempo, até 2022. O projeto de autoria de Walter Alves já foi aprovado na Comissão de Viação e Transportes (CVT) e está na Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia (Cindra).
Walter destaca que o PL vai beneficiar especialmente o Rio Grande do Norte que depende do transporte fluvial para exportar a produção de sal. “O RN é responsável por 95,2% da produção de sal marinho no Brasil. O Chile é o nosso concorrente mais próximo. Estamos acompanhando o andamento do projeto”, disse o deputado.
O projeto, que tramita em caráter conclusivo, será analisado ainda pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.
Números
De acordo com Sindicato da Indústria da Extração do Sal no Estado do Rio Grande do Norte (Siesal), sem a isenção do AFRMM, o custo de transporte do sal marinho brasileiro ficará mais caro em pelo menos 10% e, consequentemente, haverá dificuldades no setor responsável por 15 mil empregos diretos e 50 mil indiretos.

​Diocesano recebe Top Ouro na categoria Escola Particular

Exibindo Diocesano Top Ouro - Revista Top Mossoró - foto - Gildo Bento (3).jpeg

Com 17,5%, o Colégio Diocesano Santa Luzia foi eleito Top Ouro, na categoria Escola Particular, da 12ª Edição da Revista Top Mossoró, que através de pesquisa apresenta as marcas mais lembradas do mercado em 40 segmentos. O lançamento da publicação e entrega da premiação aconteceram quarta-feira, 24, no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Essa foi a 11ª vez que o colégio teve seu nome como o mais lembrado na pesquisa. O diretor geral do Diocesano, Padre Charles Lamartine, recebeu a premiação das mãos da jornalista Mirella Ciarlini e comemorou o resultado, dedicando a conquista a toda a equipe.

“Estamos muito felizes com mais um Top Ouro. Esse reconhecimento é o resultado da dedicação da nossa equipe, que todos os dias trabalha e faz da escola um ambiente de ensino-aprendizagem para a vida”, comemorou Pe. Charles.

A revista Top Mossoró é produzida pela agência Quattro Comunicação e esse ano teve o Instituto Seta como responsável pela pesquisa Top Of Mind, que pergunta aos entrevistados qual marca ou produto primeiro vem à mente quando especificadas as categorias empresariais.

Hapvida é o plano de saúde mais lembrado em Mossoró

Exibindo Prêmio TOP.jpg

O Hapvida Saúde venceu o prêmio Top Mossoró e é a marca mais lembrada da cidade entre as operadoras de plano de saúde. O resultado foi divulgado nesta quarta-feira (24), durante o lançamento da 12ª edição da Revista TOP, na sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A operadora é a preferida de 41% dos mossoroenses, conforme constata a pesquisa realizada em 2016.

A revista TOP Mossoró é produzida pela agência Quattro Comunicação e, este ano, conta com a parceria do Instituto Seta, responsável pela pesquisa Top Of Mind, que atua na consulta das marcas mais lembradas pelos consumidores.

Com 3,6 milhões de beneficiários, os números superlativos do Hapvida mostram o sucesso de uma estratégia baseada na gestão direta da operação e nos constantes investimentos. Atualmente, são mais de 16 mil colaboradores diretos envolvidos na operação de 21 hospitais, 71 clínicas médicas, 18 unidades de prontos atendimentos, 66 unidades de diagnóstico por imagem e 58 postos de coleta laboratorial distribuídos em 11 estados onde a operadora atua com rede própria.

Governo do RN irá repassar mais de 6 milhões para projetos em 158 Escolas do Estado


O governador do Estado, Robinson Faria, ao lado da Secretária de Educação, Cláudia Santa Rosa e do Secretário de Gestão de Projetos e de Metas, Vagner Araújo assinará convênio para repasse de recursos do Projeto de Inovação Pedagógica (PIP). Para a edição de 2017, o valor é de mais de R$ 6 milhões e beneficiará 158 Escolas Estaduais. 

O evento contará com a presença dos diretores das DIRECs, técnicos e gestores envolvidos no PIP e acontecerá na próxima segunda-feira (29), às 10h, no auditório máster da Escola de Governo.

Os recursos dessa ação estão previstos no segundo componente de atuação do Projeto Governo Cidadão que contempla a melhoria dos serviços públicos. O montante que cada escola irá receber variam entre R$ 30 mil e R$ 45 mil (ver quadro abaixo).
O apoio técnico, pedagógico e financeiro a Projetos de Inovação Pedagógica apresentados pelas escolas possibilita o fortalecimento dos processos educacionais e de aprendizagem para os estudantes de 4º, 5º e 6º ano do Ensino Fundamental e 1ª série do Ensino Médio. “Todos os projetos foram produzidos pela própria escola e visam contribuir para resolução de problemáticas e melhoria da aprendizagem através de propostas. Nas unidades escolares contempladas, serão realizados acompanhamentos in loco pelos orientadores do PIP, bem como o monitoramento sistemático (à distância e presencial) durante todo ano letivo” disse a Secretária de Educação, Cláudia Santa Rosa.

Sobre o PIP
O PIP – Projeto de Inovação Pedagógica é um projeto desenvolvido pela Secretaria de Educação com apoio do Governo Cidadão e acompanhamento do Banco Mundial previsto no acordo de empréstimo.

O processo de escolha das escolas selecionadas se deu através de sorteio na presença Diretores e Técnicos Pedagógicos de cada Diretoria Regional de Educação, representantes do Tribunal de Contas do Estado, representante do Banco Mundial e da Secretaria de Educação e Cultura.

A seleção iniciou com 171 escolas. Dessas, 165 submeteram seus projetos para análise e 158 foram aprovadas, de acordo com os critérios de elegibilidade constantes no Edital de seleção dos Projetos, para receber apoio técnico, pedagógico e financeiro.
Os recursos destinados à execução dos Projetos de Inovação Pedagógica (PIP), serão liberados em única parcela, obedecendo o quadro abaixo: 

Escolas
Parâmetro
Recursos
1 turma
R$ 30.000,00
R$ 30.000,00
2 turmas
R$ 30.000,00 + 20%
R$ 36.000,00
3 turmas
R$ 30.000,00 + 30%
R$ 39.000,00
4 turmas
R$ 30.000,00 + 40%
R$ 42.000,00
5 turmas ou mais
R$ 30.000,00 + 50%
R$ 45.000,00

24 de maio de 2017

Primeira etapa de estudo de impacto econômico do MCJ será apresentada no dia 2 de junho

Imagem relacionada

A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern) apresenta no próximo dia 2 de junho a primeira etapa de estudo de impacto econômico do Mossoró Cidade Junina. O estudo é fruto de um convênio entre a Prefeitura Municipal de Mossoró (PMM) e Uern assinado no dia 28 de abril.

O professor Doutor do Departamento de Economia da Uern, Leovigildo Cavalcante de Albuquerque Neto, explica que o estudo será desenvolvido em três fases – antes, durante e após o MCJ.

Na primeira fase, será aferido com quadrilhas juninas, permissionários, ambulantes, artesãos, hoteleiros, bares e restaurantes o que eles esperam em termo de expectativa e os investimentos realizados para a festa. Durante o evento (segunda etapa) será verificar a expectativa e, por fim, na fase final, serão analisados os resultados finais do MCJ.

Leovigildo Cavalcante destaca que o objetivo é mostrar a viabilidade do MCJ, dividindo o evento em três, sendo estes o espetáculo Chuva de Bala, Festival de Quadrilhas Juninas e a festa em si. O estudo vai mostrar o perfil dos frequentadores de cada um desses eventos e o impacto econômico trazido por cada um deles. “No momento em que o evento se mostrar viável, principalmente para exposição de imagens de patrocinadores, a prefeitura poderá aumentar o número de patrocinadores, bem como aumentar a cota relativa às transferências que possam ser feitas, e também planejar com antecedência todo o processo em termos de ocupação de espaço, divulgação na mídia e contemplar ações que signifiquem aumento da demanda turística com relação ao evento”, conclui o professor.

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Agricultura e Turismo, Lahyre Rosado Neto, ressalta que com a realização do estudo a PMM vai ter uma noção mais precisa do MCJ diante dos recursos investidos.

O secretário municipal de Planejamento, Aldo Fernandes, acrescenta que o estudo será importante principalmente por conta deste período de crise. “A equipe de professores da Uern coletará dados concretos para, dentre outras coisas, fortalecer a busca pelo apoio da iniciativa privada, deixando o município muito mais seguro para planejar com antecedência o MCJ utilizando alternativas”, reforça.